Outros

Petição pela protecção do Mediterrâneo

 

 

É amplamente conhecido que as reservas terrestres e costeiras de combustíveis fósseis não poderão continuar a satisfazer as crescentes exigências energéticas do mundo actual, que insiste em depender das fontes convencionais de energia, principalmente do petróleo. Por esta razão se observou uma tendência da indústria petrolífera no sentido de explorar ambientes mais ‘complexos’, tais como águas profundas, onde, no entanto, as actividades de perfuração apresentam riscos elevados. As características especiais das águas profundas implicam a necessidade de tecnologias mais adequadas do que aquelas existentes (como provado com o recente derrame maciço de crude no Golfo do México) de modo a assegurar a segurança das operações de perfuração. Neste contexto existe uma clara tendência para transformar o Mar Mediterrâneo no novo paraíso de caça ao ‘ouro negro’, o que prenuncia um futuro sombrio para a área em questão, mostrando assim a necessidade de se tomarem decisões corajosas e de se imporem medidas eficazes o mais urgentemente possível.

in Petição pela protecção do Mediterrâneo

Assine aqui

10 Anos ALAMBI

 

Para comemorar tal ocasião, decidimos organizar um jantar. Na verdade, é muito mais do que um jantar.

Como Organização Para a Defesa do Ambiente, temos que, entre muitas outras coisas, ajudar o Ambiente e informar a população. Decidimos, por isso, que esta seria a data ideal para serem plantadas árvores na nova Sede da ALAMBI. Irão ser plantadas 7 árvores, que serão apadrinhadas por convidados do concelho.
Decidimos também, que esta ocasião seria perfeita para exibir um resumo do novo filme de Yann Arthus-Bertrand, "Home - A Nossa Casa".

O jantar realiza-se dia 26 de Setembro, na Quinta da Provença, Casais Novos. O encontro é às 19.30h na Sede da ALAMBI (escola primária da Passinha).
Inscrições para o telefone 960382729 e Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. . (apenas até dia 24)