Actividade

Pedreiras

 

O concelho de Alenquer dispõe de um extensa zona calcária aproveitada pela industria de extracção de inertes, que arrasta enormes danos ambientais, na paisagem e na qualidade de vida das populações das áreas envolventes. 500 hectares de pedreiras estão licenciados, a maioria sem estudos de impacte ambiental.

 

 

Alguns comunicados da Alambi sobre as pedreiras

 

O inexplicável atraso na recuperação paisagística do Cabeço de Meca (3/1/2006)

Governo não aplica legislação - comunicado conjunto com a Quercus (14/1/2004)

Pedreiras de Alenquer - um problema sem fim à vista (27/11/2003)

Lixo na Pedreira da Boavista (25/7/2001)

O imposto municipal sobre a Extracção de Inertes (27/2/2000)

 

Plano Ambiental de de Recuperação Paisagística do Cabeço de Meca

 

Consultar

 

REPAVI

 

 

O projecto REPAVI, implementado pela Alambi, visa a monitorização dos níveis das vibrações provocadas pela actividade das pedreiras existentes no concelho de Alenquer e a monitorização dos trabalhos de recuperação paisagística que incumbem a essas pedreiras. Pretende-se também sensibilizar a população escolar do concelho para os problemas ambientais decorrentes da actividade em causa.

No âmbito deste projecto foram instalados aparelhos monitorizadores de vibrações perto das pedreiras em funcionamento. O registo em contínuo funcionou como factor de dissuasão fazendo com que fossem adoptados procedimentos mais criteriosos e inócuos para terceiros, nomeadamente a adopção de esquemas de fogo adequados.

 

Revisão do PDM

 

Está em curso  desde o ano 2000 o processo de revisão do PDM de Alenquer. Um processo pouco participado e condicionado pela possível instalação do aeroporto em Ota, e pelas pressões para a transformação do uso de solos adquiridos na zona pelos especuladores.

A Alambi organizou em  30 de Novembro de 2002, na Biblioteca Municipal de Alenquer, um debate público sobre a Revisão do PDM de Alenquer. Neste debate, o único realizado até ao momento, para alem da Alambi, participaram representantes da COOPQUER (Cooperativa Agrícola de Alenquer), da ACICA (Associação de Comércio e Indústria de Alenquer) e da Câmara Municipal (representada pelo Vereador Luis Rema). O debate, que contou com a presença de numeroso público, foi moderado pelo Director do Jornal d'Alenquer.

Após a deslocalização do NAL para o Campo de Tiro de Alcochete, a revisão doP DM parece ter tomado um rumo diferente.

Até Fevereiro de 2009 estavam apenas concluidos os documentos de caracterização que constituem a 1ª fase da revisão. Estes documentos não estão acessíveis ao público.

Em Setembro de 2008 a Alambi recebeu uma solicitação de parecer sobre o Relatório de Factores Críticos para a Decisão no âmbito dos procedimentos para a Avaliação Ambiental Estratégica do PDM.

 

 

Comunicados  e Pareceres da Alambi sobre a Revisão do PDM:

Mobilidade

 

Dia Europeu Sem Carros

Alenquer com carros e ruído...

Com início em 1998, em França, o dia Europeu sem carros, apresenta entre nós um saldo nulo. Apesar dos problemas de tráfego que afectam Alenquer, o município local nunca aderiu a este dia, jamais realizou qualquer acção de sensibilização, e as medidas concretas que têm sido tomadas para enfrentar o problema do tráfego e estacionamento automóvel, são de alcance muito diminuto.

A Alambi mediu os níveis de ruído neste eixo urbano. Dando como exemplo a sede de Concelho, em Santa Catarina o registo foi de 88,7dB (Leq); em Alenquer, no Largo Palmira Bastos chegou aos 79,9 dB (Leq), quando o máximo estipulado para as zonas habitacionais mistas não deveria ultrapassar os 65 dB. Junto ao complexo escolar de Paredes, o registo cifrou-se nos 72,2 dB (Leq), quando, por ser uma zona mais sensível, não deveria ultrapassar os 55 dB. A regulamentação em vigor classifica todos estes locais como muito ruidosos.

Leia o comunicado da Alambi.

A Recolha Selectiva no Sistema Multimunicipal da Resioeste

 


A Directiva 94/62/CE estabeleceu metas de reciclagem a atingir pela União Europeia.
Até 2011 Portugal tem de reciclar pelo menos 55% em peso dos resíduos de embalagens, com mínimos estabelecidos para as diversas categorias destes materiais. A 3 anos de 2011, estamos longe de alcançar os objectivos estabelecidos.


Ver Documento

Lapa dos Morcegos está a brotar

A Lapa dos Morcegos fica situada quase dentro de Alenquer, nos sitio designado por Águas, atrás do restaurante O Valadares, e tem acesso pelo parque de estacionamento deste restaurante. O percurso é de apenas 20 metros, mas nesta altura está inundado. Recomenda-se o uso de botins de borracha a quem estiver interessado em conhecer esta emblemática beleza natural da vila de Alenquer.

lapa morcegos

Continuar a ler